Arquivo da categoria: Viagens e Lugares

O que aprendi sobre felicidade!

Padrão

Estava pensando sobre a minha vida – aliás, ultimamente é o que mais tenho feito – e dentre muitas reflexões e análises me dei conta dos números que me cercam. O 15 e 5 sempre foram meus números preferidos (eles só não me dão muita sorte quando jogo na loteria haha), e só agora atentei ao fato de que eles estão bem presentes atualmente. Estamos em 2015, esse ano comemoro 25 anos de vida, 15 anos de amizade com meus melhores amigos e farei 5 anos de Floripa.

Uau! 5 anos de Floripa! Quanta coisa aconteceu…
Eu muito já escrevi sobre a energia desse lugar e quanto eu o amo, mas jamais vou conseguir expressar com palavras o poder que Florianópolis tem sobre mim. Com 19 anos tomei a decisão de vir para cá, com 20 anos eu me mudei sem conhecer a cidade, sem conhecer ninguém, sem emprego e sem dinheiro. A única coisa que eu tinha era a companhia do Thiago, meu ex parceiro, que apesar dos pesares foi de inenarrável importância e realmente fez valer o significado da palavra “parceria”. Batalhei muito, por vezes não tinha nem água para beber, passei por diversas situações constrangedoras e cheguei bem perto de desistir. Mas, perto do fim do túnel sempre tinha uma mola que me impulsionava para frente. Eu acredito que todos os males são apenas caminhos para o bem. Guiada sempre por um acumulo enérgico de pensamentos positivos, fiz minha vida se transformar em tudo que eu sempre quis. Conheci muita gente, fiz muitos amigos, morei em casas bem legais, trabalhei em um lugar foda e lá eu conheci mais gente foda. Descobri que se você ignora o mal, fica mais fácil de enxergar o bem. Eu tinha tudo que precisava para ser feliz. Amores, amigos, emprego, casa, e tudo isso no paraíso. Foi então que minha inquietude me fez jogar tudo pro alto de novo.

praia-mole-2

Sem pensar 2 vezes fui viver um sonho que me guiava. Larguei tudo que eu considerava essencial e fui para fora do país. Sozinha! Cheguei na Itália e me senti Leia o resto deste post

Anúncios

Eu imploro aos jovens que viajem!

Padrão

b2445b5ac53fd241bd0f7f3966d9d930
Se você não tem um passaporte, providencie um. Espere pelo verão, arrume sua mochila e vá para Nova Delhi, ou Saigon, ou para Bangkok, ou para o Kenya, ou para qualquer outro país que você sempre quis visitar. Se impressione, coma algo diferente, conheça estranhos, viva uma aventura, seja cuidadoso.Volte para casa e você verá o seu país, a sua cidade, a sua rua, de uma maneira diferente, você verá o seu presidente de uma maneira diferente, não importa quem seja. Música, cultura, comida, água. Seus banhos se tornarão mais curtos. Você terá um senso maior do que globalização realmente é. Não é o que a mídia fala por aí, sinto muito. Você verá que aquecimento global é algo real. Você conhecerá pessoas, na qual seus dias consistem puramente em andar 15km diários para conseguir 4 baldes de água. Você aprenderá que há lições na vida que não podem ser aprendidas, a menos que você pegue um voo para o outro lado do mundo. Você entenderá que ser humilde não te faz melhor que ninguém, mas te faz diferente. Viaje, descubra, explore e quebre barreiras geográficas.

(Autor desconhecido)

Untitled-3

Lagoa da conceição e essa minha vida

Padrão

Hoje foi um dia que já começou  com boas notícias profissionais, além de ter sido um dia um tanto quanto fora da rotina.

Deu a hora do almoço e a internet parou de funcionar no meu serviço, e visto que necessitamos muito dela para trabalhar, fomos dispensados para concluir os trabalhos do dia em casa. Então saí do serviço, fui até o centro da cidade buscar o notebook  com o Thiago, que também estava trabalhando,  e em seguida vim para a Lagoa. Pensando em não ficar sozinha em casa, resolvi ir para a casa da minha sogra, lá eu também poderia usar a internet e trabalhar, e é claro, saborear aquele café da tarde mineiro que nunca falta na casa dela.

Mas chegando aqui na Lagoa, como sempre, o bairro estava sem luz, consequentemente sem internet, e meu celular estava sem bateria , e eu incomunicável. Paciência!
Agora só me restava esperar, mas ainda restava  a companhia da Sol e do Mazzin para jogar conversa fora, certo?! Errado. Eles também estavam de saída para ir ao dentista. Nesse caso só me restou mesmo o café quentinho da minha sogra.  Servi o café  e subi até  o 2º andar da casa, que tem formato de chalé e parede da frente toda de vidro, com janela que vai do chão até o teto, proporcionando uma vista esplendorosa da Lagoa da Conceição que a essa hora da tarde se transforma em um espelho d’água refletindo o azul do céu, mesclando as cores do início de um por do sol que só Floripa tem. Cercando a lagoa inúmeras montanhas  verdinhas deixam a paisagem ainda mais linda e colorida, dividindo o bairro e a lagoa com as praias da Joaquina , Praia Mole e Galheta. Uma vista tão bela quanto inspiradora.

melagoa

Puxei a cadeira para próximo da janela, que eu tinha aberto completamente para sentir a brisa gelada de final de Outono, me sentei com os pés para fora e tomei alguns goles de café, que agora já estava morno. Por alguns minutos, olhando aquela paisagem que tanto me encanta, refleti sobre a minha ida de Florianópolis, sobre minha paixão por esse lugar tão cheio de riquezas naturais e Leia o resto deste post

Andiamo

Padrão

E é quando sinto como se recebesse um chute no estomago.
Nada mais me completa. Por mais que eu ame meu serviço/profissão, esse tem sido só uma ponte para alcançar aquilo que, mais do que nunca, se tornou prioridade. Por mais que eu goste do Thiago, ele ultimamente tem sido só uma boa companhia nas noite e nos finais de semana. Nada mais me da base, nada mais me convence e me prende, e me suporta, e me da alicerce, a não ser a enorme vontade de partir. Mas não. Essa vontade só me tira o chão. Mas enquanto eu me deixar enfraquecer, perderei as forças necessárias para conquistar. E que a positividade se faça presente, o quanto eu desejar!

italia

Intercâmbio

Padrão

‎”Sejam quais forem às exigências do mundo globalizado, atualmente se afirma a certeza do necessário convívio em uma sociedade cuja realidade é multicultural“.

Resolvi fazer esse post por 3 motivos.
1º – É que esse é um assunto de interesse de muitos , que possivelmente, estarão lendo o blog.
2º – É que muitas pessoas se interessam pelo tema, mas poucos tem informações. Então resolvi compartilhar o pouco, da teoria, que sei.
3º –  É que a coisa ta começando a acontecer , e de maneira que realmente “me gusta”.

Se você tem 12 mil reais disponíveis para passar 1 mês em outro país, na casa de uma família e estudar apenas a língua do pais, beleza! Tem varias escolas de intercâmbio legais por ai. Mas caso você não tenha tanta grana pra gastar assim, continue lendo…

Semana passada ligaram pra mim, e o Thiago (marido ♥) atendeu, se tratava de um site de intercâmbio verificando nossa disponibilidade de hospedar 2 Australianas em nossa casa. Pena que a época que elas desejavam hospedagem não nos foi viável, mas não vem ao caso.

Eles chegaram até nós, através de um dos sites de intercâmbio em que somos cadastrados, e é sobre esses sites que eu quero dar as dicas.

No nosso caso o site funcionou assim: Você cria uma conta no site, faz seu cadastro, seu perfil e etc…  Em meio ao seu cadastro você vai selecionar qual o seu interesse no intercâmbio,  hospedar ou ser hospedado por exemplo.

No nosso caso fizemos o que muita gente faz, nos cadastramos no programa mais simples, que é hospedar.
O site contribui com o programa, auxiliando na alimentação do hospede, e na segurança de que a pessoa é confiável.

Trata-se de um intercâmbio cultural, portanto, o intercambista que você estará hospedando, virá ao país para aprender sua língua, em uma faculdade ou escola, na maioria das vezes vem pra fazer algum serviço social, e também aprender sobre a cidade e o país com você. Sua função é trocar informações com ele, mostrar a cidade, ter um quarto na casa  para ele, e ter almoço e janta (como disse o site auxilia com a alimentação).

A vantagem nisso é que de maneira bem dinâmica, você troca uma puta experiência, aprende a língua da pessoa, e também sobre o país dela, e conhece pessoas de todo o mundo, tendo assim onde se hospedar futuramente.

Custos bem mais reduzidos, experiência sensacional, conhecer pessoas com muitas coisas pra nos ensinar, e acabar com esse tabu, de que é perigoso nos relacionarmos com pessoas que estão distantes de nós. Vamos ser inteligentes e perder esse medo que tanto nos limita. Por um mundo mais ligado, por pessoas com a mente mais aberta.

Pesquise mais sobre esses programas de intercâmbio, Você vai se surpreender, de como tudo isso pode ser maravilhoso.

Indico esses 2 sites, pra quem tiver interesse ou ao menos curiosidade.

http://www.brazilianexperience.com.br
http://www.couchsurfing.org

Obs.: Esse mundo é tão pequeno, não o torne menor limitando-se!
Obs².: Dessa vida, tu só leva a vida que tu leva… Vamos viver.
Obs³.: Pra onde vai você?